Logo Copag
Buscar

0

Bridge

Número de jogadores e de cartas

Jogado por quatro pessoas, duas duplas, devendo se sentar em posições alternadas. Jogado com um baralho de 52 cartas, sem coringas.

Valores das mãos ou Contagem de pontos

No jogo de Bridge os naipes obedecem a uma hierarquia, sendo Espadas o mais alto e Paus o mais baixo: Espadas, Copas, Ouros e Paus. Cada naipe tem 13 cartas, sendo o Ás a carta maior e o Dois a carta menor: A K Q J 10 9 8 7 6 5 4 3 2.

Vaza (Trick em inglês)

É um conjunto de 4 cartas, que através de uma regra de Bridge determina quem vence a vaza e que portanto será o iniciador da próxima vaza.

Regra 1 : é obrigatório jogar uma carta do mesmo naipe de quem iniciou a vaza.
Regra 2: caso um dos jogadores não possuir nenhuma carta do naipe jogado, ele fica liberado para jogar qualquer outra carta.
Regra 3: caso o contrato seja em "naipe" e o naipe de trunfo definido em leilão seja de um naipe diferente do corrente da vaza, se um jogador não tiver nenhuma carta do naipe corrente, ele pode jogar qualquer carta do naipe de trunfo, assim ganhando da maior carta do naipe corrente da vaza (ato de cortar). Regra 4: caso o jogador se equivocar (ou mentir) e cortar possuindo carta do naipe corrente, ele depois será enquadrado no ato de REVOKE, cuja penalidade atribuída pelo Juiz de Bridge (Diretor), poderá transferir duas vazas (ou mais) para a outra dupla.

Leilão

No leilão os lances são feitos de forma verbal. Você contrata (se obriga a fazer) o número de vazas correspondente ao maior lance de leilão. É o dealer das cartas quem dá o primeiro lance de leilão, ou diz "passo", abstendo-se de dar lance. Qualquer jogador pode dar um lance no leilão e este termina após um lance ser dado e os outros três jogadores falarem "passo" abstendo-se de competir no Leilão. Caso ninguém dê lance no leilão a mão é denominada de passada e não é carteada (não é jogada).

Dar um lance significa que você, em nome da sua dupla, se obriga a fazer o número de vazas que seu lance indica. O número mínimo de vazas para se obrigar a fazer é de 7 vazas e o número de vazas máximo, obviamente, é de 13 vazas (todas). No entanto, não se diz "Me Obrigo a Fazer 7 Vazas", ou "Me Obrigo em Nome da Dupla a Fazer 10 Vazas", por convenção se diz 1 para significar 7 vazas e se diz 7 para significar 13 vazas. Para se obrigar a fazer 10 vazas, basta dizer 4. Portanto você pode dar qualquer lance de 1 a 7 que isso significa somar mais 6 vazas ao lance mencionado.
Os lances seguem sempre o sentido horário e quando você dá o lance é preciso dizer um naipe ou dizer Sem Trunfos, considerando o naipe de maior hierarquia. Quando se leiloa um contrato Sem Trunfos não se permite cortar vazas.

Contagem dos pontos de vazas após a sexta vaza contratada

  • Cada vaza em naipe pobre vale 20 pontos;
  • Cada vaza em naipe rico vale 30 pontos;
  • Jogando em Sem Trunfos a primeira vaza vale 40 pontos e as demais 30 pontos.

Nota: Se no leilão o número de vazas contratados atingir 100 ou mais pontos, então isso dá a dupla contratante um prêmio, denominada de "game", caso o contrato seja cumprido. Porém se o número de vazas contratadas não atingir 100 pontos, mesmo que se faça mais vazas que somadas resultam em 100 pontos, não haverá o prêmio de "game", somente um prêmio menor, denominado de "parcial", dado ao contrato feito.

Contagem dos pontos de parcial

A cada contrato parcial cumprido deve-se somar o valor de 50 pontos de prêmio de parcial mais o valor de cada vaza após a sexta (as seis primeiras não são somadas). No caso de contrato que atinge 100 pontos, deve-se somar aos pontos das vazas ao prêmio de:

  • Game não vulnerável dá prêmio de 300 pontos;
  • Game vulnerável dá prêmio de 500 pontos.

Em contratos que se atinge 12 ou 13 vazas há, além do prêmio de game, um prêmio de:

  • Pequeno Slam, para 12 vazas contratadas e feitas, no valor de 500 pontos (não vulnerável) e 750 pontos (vulnerável);
  • Grande Slam, para 13 vazas contratadas e feitas, no valor de 1000 pontos (não vulnerável) e 1500 (vulnerável).

O significado de Vulnerável ou Não Vulnerável advém de uma melhor de três de game. Ou seja, no início ninguém é vulnerável, após uma dupla fazer um game ela se torna vulnerável. Se a mesma dupla fizer outro game, o placar da melhor de três é 2 a zero, porém se a outra dupla fizer o game o placar fica 1 a 1 e ocorre uma nega para decidir que vence por 2 a 1.

Nota: Quando não se cumpre o contrato existe uma multa de 50 pontos por vaza não vulnerável e 100 pontos por vaza vulnerável, portanto ao invés de se ganhar os prêmios, se perde na multa. Além disso, se o contrato for dobrado a multa é dobrada. Embaralhamento e distribuição:

Após os jogadores se sentarem aquele que tirar a carta maior fica sendo o dealer. Ele embaralha as cartas e o jogador a sua direita corta em dois montes, de modo que o dealer inverte o monte de baixo para cima e começa a distribuir as cartas uma a uma iniciando pelo jogador a sua esquerda até que cada jogador tenha recebido 13 cartas.
Caso a formação das duplas não tenha algum outro critério, as duas cartas maiores tiradas podem formar uma dupla e as duas menores a outra dupla.

Desenrolar do jogo

Após as cartas terem sido distribuídas, cada jogador organiza suas 13 cartas separando as cartas por naipes e ordenando por valor.

O principal objetivo do Bridge é fazer "vazas". O leilão é uma fase onde se tenta predizer quantas vazas cada dupla pode fazer.

Durante o leilão cada jogador deve falar na sua vez. Ele pode dar um lance ou dizer "passo". Além disso, o jogador pode dizer "dobro" para um lance feito pelo oponente e este pode dizer "redobro". Dizer "dobro" significa duvidar que o contrato seja cumprido, mas se for cumprido os pontos referentes serão computados dobrados, porém se o contrato não for cumprido as multas serão computadas dobradas.

Quando você dá um lance em naipe é porque você e seu parceiro devem ter bastantes cartas nesse naipe, 8 ou mais cartas, e por conseqüente os oponentes tem poucas, 5 ou menos.
A grande vantagem de dar lance no naipe longo, para propor que ele seja o naipe de Trunfo, é que você, ou seu parceiro, estarão curtos em outros naipes e portanto poderão usar a propriedade de fazer a vaza, cortando com uma carta de Trunfo, quando não tiverem mais carta do naipe corrente (que está sendo jogado) e que você seria obrigado a servir (ou seguir) se tivesse cartas nesse naipe.

Desta forma o leilão é geralmente uma disputa para que o naipe onde você e seu parceiro tenham em grande número seja o naipe Trunfo.

Por exemplo, se houver uma convenção entre a dupla, na qual um jogador dará um lance inicial de fazer 7 vazas em Espadas, caso ele tenha 5 cartas ou mais cartas neste naipe, e seu parceiro, por coincidência, tiver também 5 cartas no naipe de Espadas, fica claro que a dupla possui 10 ou mais cartas nesse naipe. Logo Espadas para esta dupla é o naipe ideal para ser o naipe de Trunfo.

Porém, se o jogador tiver somente 1 carta nesse naipe, provavelmente os adversários terão 6 ou 7 cartas em Espadas, logo ele pode propor um outro naipe para seu parceiro, que rapidamente entenderá que ele não tem o mesmo naipe que o dele, mas que tem 5 ou mais cartas nesse outro naipe.

Quando a dupla possui muitos Ases, Reis e Damas em todos os naipes, que são estatisticamente as cartas que mais fazem vazas, e não possuírem um naipe longo de 5 ou 6 cartas, tende a ser mais interessante cartear sem que haja um naipe de Trunfo definido, ou seja, é mais seguro cartear em Sem Trunfos.

Em mãos que o jogador tem 4 cartas num naipe e seu parceiro tem no máximo 3 cartas nele, ou vice-versa, de modo que não possuam nenhum naipe oitavo ou nono juntos, é muito comum o contrato final ser em Sem Trunfos.

Variações

Existem algumas modalidades de Bridge que quando terminada uma melhor de três troca-se de parceiro.